A Dor Ciática

A Dor Ciática

A dor ciática
A dor ciática, ou simplesmente ciática ou citalgia, é uma condição muito frequente nos dias de hoje e com uma incidência bastante alargada na nossa população, que acomete tanto homens como mulheres, normalmente a partir dos 20 anos de idade.
A dor ciática não é uma doença, mas sim o sintoma de algum problema adjacente. Esta dor é causada pela compressão, inflamação ou qualquer dano ao nervo ciático e percorre toda ou parte da sua extensão, podendo variar de intensidade desde uma sensação perfeitamente suportável até uma situação incapacitante.
O nervo ciático é o maior nervo do corpo humano e estende-se desde a face posterior da bacia, descendo pela parte de trás da coxa e da perna até ao dedo maior do pé. Este é o nervo que possibilita os movimentos dos músculos das pernas e que é responsável pela sensibilidade nos membros inferiores.
Quais os sintomas da dor ciática?
O quadro clínico mais comum é a dor lombar com irradiação para uma das pernas. A dor ciática é geralmente forte e aguda, atingindo apenas uma das nádegas ou uma das pernas e raramente afectando os ambos os lados ao mesmo tempo.
Nalguns casos, uma sensação de formigueiro ou adormecimento e fraqueza muscular podem acompanhar a dor, dificultando o movimento da perna e podendo mesmo tornar-se incapacitante.
A dor ciática pode piorar com determinados movimentos (como o levantar ou sentar, por exemplo) e com o tossir, espirrar ou rir.
Quais as principais causas da dor ciática?
As principais causas da dor ciática são as doenças da coluna como a hérnia discal, a estenose, a síndrome do músculo piriforme, os tumores, a osteoartrose e a espondilolistese (desalinhamento vertebral).
Erros posturais, excesso de cargas e movimentos súbitos e descontrolados também podem estar na origem das dores lombar e ciática.
Apesar da incidência desta dor ser bastante alargada, alguns factores de risco poderão potenciar o aparecimento desta condição. São eles o excesso de peso, o sedentarismo, o trabalho pesado, a idade avançada e o tabagismo.
Como se trata a dor ciática?
Para um tratamento adequado, o diagnóstico da causa da dor deverá ser preciso e envolver tanto o exame físico como os testes complementares de diagnóstico, quando necessários.
Na maioria dos casos, a dor ciática melhora ao fim de algumas semanas de tratamento com analgésicos e anti-inflamatórios. Nestes, actividades leves que não sobrecarreguem a coluna costumam aliviar a dor, sem necessidade de repouso absoluto.
Contudo, a persistência deste sintoma implica uma visita ao médico e, possivelmente, dependente do diagnóstico, o recurso a cirurgia.

Deixe o seu comentário através do Facebook

Share this post